Categorias
Comunicação

O que fazer na quarentena?

Algumas dicas de como enfrentar a quarentena em tempos de pandemia.

1. Coloque suas leituras em dia

Com a correria da rotina acabamos deixando o hábito da leitura de lado. Sempre tem aquele livro que queremos muito ler, mas que não conseguimos finalizar ou nem começar. Pois então essa pode ser uma excelente hora para isso!

Agora se você me falar que não tem livros parados aí, tenho outra dica: a Amazon disponibilizou vérios e-books que podem ser baixados de graça. Tudo isso para que você utilize seu tempo ocioso de forma bastante inteligente: atualizando leituras e estudos!

2. Assista filmes e séries

Uma dica clássica, mas válida: colocar em dia aquela série que tanto gosta ou ver aquele filme que queria faz tempo!

É claro que o ideal não é passar todos os dias na frente da TV, mas com certeza você pode usar um pouco do seu tempo para assistir bons filmes e séries.

Tente fugir da sua zona de conforto, do que costuma assistir sempre. Você pode descobrir documentários incríveis, filmes que em outras ocasiões não assistiria e séries surpreendentes.

3. Descubra novos artistas

Nessa época é muito importante apoiarmos pequenos produtores e artistas independentes. E esse é um ótimo momento para isso.

Acesse as plataformas de Streaming e busque por artistas independentes, normalmente com alcance menor do que aqueles que sempre estão na mídia.

Além de poder descobrir ótimos artistas você ainda estará contribuindo com eles.

4. Cuide do seu corpo e mente

Ficar em casa não é sinônimo de ficar parado! Exercite-se! Existem milhares de pessoas que estão disponibilizando ideias de treino em seus perfis nas redes sociais.

Fazer exercícios traz benefícios para o corpo e para a mente.

Além dos exercícios físicos você também pode meditar! Para quem nunca meditou é um desafio que trará inúmeros benefícios. Para quem já possui esse hábito, é hora de colocá-lo em prática.

5. Aprenda a trabalhar em home office

Muitos profissionais estão experimentando pela primeira vez o trabalho “home office”. Existem diversos desafios em ter que trabalhar dentro de casa, talvez as distrações e dificuldade em concentrar-se sejam as principais delas.

Porém, ao que tudo indica, o trabalho em home office é uma tendência mundial, que mesmo depois da pandemia que estamos vivendo, poderá ser vivenciado. Muitas empresas de tecnologia e algumas start-ups já utilizam o home office como parte da rotina de trabalho.

A quarentena é uma ótima oportunidade para você aprender qual a sua melhor forma de trabalhar home office. Cada profissional se adaptará melhor de uma maneira e o importante é descobrir qual a sua!

6. Alimente-se bem

De modo geral, quando ficamos em casa, a rotina de horários fica mais flexível. Assim, acabamos esquecendo de comer na hora correta e ainda caímos nas tentação dos carboidratos.  Além do aumento de peso, as consequências de não se alimentar de maneira correta faz com que nos tornemos menos produtivos (no caso de quem está fazendo home office isso é um fator importante!) e que tenhamos menos disposição para outras atividades.

Assim como a alimentação é muito importante, o consumo de água também é!

Lembre-se de se hidratar ao longo do dia. A falta de água pode trazer problemas a curto e longo prazo. Se você tiver dificuldade em lembrar de tomar água, uma dica é colocar lembretes em seu celular. Assim, ficará mais fácil manter a rotina saudável!

7. Conserte coisas pendentes

Toda casa tem aquele armário que está precisando de um ajuste, ou aquela parede que merece ganhar uma cara nova. Aproveite esse tempo da quarentena para organizar sua casa, deixa-la mais confortável e aconchegante, afinal, é nela que está passando grande parte do seu tempo!

Além de ter um ambiente mais agradável, você ainda poderá aprender novas habilidades que, normalmente, são terceirizadas na correria do dia-a-dia.

8. Relaxe!

Isso mesmo, permita-se relaxar! São tempos de muita tensão e preocupação. Está tudo bem se você não conseguir ser produtivo todos os dias. Tudo bem se tiver dias não muito bons. O importante é conseguir relaxar e ficar bem com você mesmo.

O equilíbrio talvez seja a palavra chave nessa situação. E cada um conhece qual o seu melhor ponto de equilíbrio. Por isso, não se cobre tanto e mantenha procure manter sua saúde mental da melhor forma possível.

Categorias
Comunicação

Quarentena e Covid-19

Quarentena é a reclusão de indivíduos ou animais sadios pelo período máximo de incubação da doença, contado a partir da data do último contato com um caso clínico ou portador, ou da data em que esse indivíduo sadio abandonou o local em que se encontrava a fonte de infecção.

Quarentena? Como se diz "quarentena" em inglês?

Estamos presenciando uma situação inédita nos últimos meses, uma pandemia obrigando as pessoas do mundo inteiro a se isolarem em suas residências.

Esse isolamento está sendo causado pelo novo coronavírus, ou também Covid-19. Se trata de uma doença infecciosa causada por um novo vírus. Ele causa problemas respiratórios semelhantes à gripe e sintomas como tosse, febre e, em casos mais graves, dificuldade para respirar. 

Identificado pela primeira vez em janeiro de 2020, na China, na cidade de Wuhan, o vírus foi se espalhando rapidamente em outros países, principalmente em países da Europa, como por exemplo a Itália, onde o mesmo registrou mais de 30 mil mortes pelo novo coronavírus. Não demorou muito para o restante do mundo contrair a infecciosa doença.

Dados atualizados em maio de 2020 aponta mais de 4 milhões de mortes no mundo por conta do Covid-19.

Por isso, para o bem de sua saúde e das pessoas em sua volta, é recomendável seguir às seguintes instruções:

O que fazer: Lavar as mãos frequentemente por 20 segundos com água e sabão ou higienizá-las com álcool em gel; Cobrir o nariz e a boca com um lenço ou o cotovelo ao tossir e espirrar; Evitar contato próximo (um metro de distância) com pessoas que não estejam bem; Ficar em casa e se isolar das outras pessoas que moram com você caso apresente os sintomas da doença.

Covid 19 (coronavírus): previna-se, siga as recomendações – ABES

Nome: Guilherme Gil

Turno: Manhã

Categorias
Sem categoria

8 usos de inteligência artificial no combate ao Covid-19

Link de Referência:https://www.tecmundo.com.br/software/152665-ia-vs-covid-19-8-usos-inteligencia-artificial-combate-coronavirus.htm

De 2015 a 2019, empresas norte-americanas que desenvolvem soluções baseadas em inteligência artificial acumularam um montante de cerca de US$ 40 bilhões de dólares, equivalente a 56% da receita mundial do setor, que, segundo previsões, vai ultrapassar a casa dos US$ 46 bilhões em 2020. Ou seja, o investimento na área está alcançando patamares cada vez mais ambiciosos. Ainda assim, muita gente não entende exatamente no que o uso de tais tecnologias influencia o dia a dia.

Só para se ter uma ideia, de acordo com pesquisa realizada pela Blue Fountain Media, 43% dos adultos residentes nos Estados Unidos não sabem exatamente o que é inteligência artificial ou como ela é aplicada, sendo que 7% simplesmente não têm interesse algum no assunto. E mais: 32% temem perder seus empregos por causa dela, enquanto outros 87% não confiariam em um diagnóstico médico que não tivesse intervenção humana.

1. Possível tratamento

Peter Richardson, farmacólogo britânico, utilizando o sistema de inteligência artificial da BenevolentAI, deparou-se com uma descoberta que pode trazer nova esperança na busca pelo tratamento da doença que parou o mundo. Com um software dedicado à combinação de informações sobre esteroides e dados de pesquisas científicas, encontrou um medicamento capaz de suavizar os sintomas mais severos da condição.

Uma das empresas responsáveis pela produção da droga entrou em contato com ele, e testes já estão com data para começar junto ao Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos. O processo, que normalmente leva anos, já pode apresentar resultados em junho com a ajuda da inteligência artificial.

2. Mapeamento de epicentros

A Mayo Clinic, localizada em Rochester, Nova York, juntou-se ao departamento de saúde e criou uma ferramenta capaz de identificar as zonas com maior índice de transmissão de covid-19 em Minnesota.

Calculando a média de testes realizados e quantos deles foram positivos em determinada região, o sistema pode ser aplicado a muitas outras áreas. Assim, com os dados fornecidos, a IA permite às autoridades otimizar recursos de combate e prevenção ao identificar quais locais estão mais vulneráveis.

3. Previsão por tosse

Pessoas tossindo no meio de uma multidão podem ser responsáveis pelo início de uma onda de gripes — ou de uma pandemia como a da covid-19. Por isso, pesquisadores da UMass Amherst, universidade pública de Massachusetts, nos EUA, desenvolveram o FluSense, dispositivo portátil de inteligência artificial capaz de analisar sons de tosse e produzir modelos de contaminação.


Com ele, taxas de disseminação diárias podem ser consultadas, permitindo ações ágeis de prevenção, como campanhas de vacinação.

4. Impressão digitais vocais

Um grupo israelense pode ter encontrado uma maneira inusitada de identificar pacientes contaminados pelo novo coronavírus. Os pesquisadores estão dedicados a desenvolver uma solução capaz de detectar “impressões digitais” na voz dos infectados para auxiliar no combate à covid-19.

Padrões de estresse no ritmo respiratório são verificados por um algoritmo, que leva em conta também as alterações na voz em si. A princípio, o sistema da Vocalis Health, empresa idealizadora, seria utilizado para acompanhamento remoto, e o Ministério da Defesa local monitoraria o desenvolvimento. Empresas como Cordio, Voca.ai e Canary Speech seguem movimentos semelhantes de diagnóstico.

5. Acompanhamento Remoto

Otimizar custos de hospitais e manter a segurança de pacientes contaminados pelo coronavírus é o objetivo da Baptist Health, que, junto a oito hospitais nos EUA, está utilizando uma técnica de machine learning que estabelece parâmetros da condição de cada pessoa, identificando anomalias e permitindo tomadas ágeis de decisão remotamente.

As informações coletadas na casa do paciente por um wearable são exibidas em tablets nos hospitais, enviando alertas às equipes médicas quando necessário.

6. Sinais em imagem

A startup canadense DarwinAI desenvolveu uma rede neural que analisa imagens de raio X e procura sinais de infecção, oferecendo uma alternativa à escassez de equipes médicas para tantos exames. Por ser open source, muita gente já está se beneficiando com a novidade.

Quanto mais dados são inseridos, mais eficaz ela se torna, contando com um banco, até agora, de 17 mil imagens do mundo todo. No momento, a empresa se dedica a criar uma solução para determinar pacientes com mais probabilidade de plena recuperação em casa, freando a contaminação e aliviando os sistemas de saúde.

7. Saúde Mental

Um professor do departamento de psicologia da Universidade Stanford está utilizando uma técnica de análise orientada a dados para examinar postagens no Twitter. Mais de 2 milhões de tweets com hashtags relacionadas à covid-19 foram analisados em fevereiro e março, combinados a números de casos, mortes, regiões afetadas e mais.

Assim, é possível entender como a pandemia está impactando a saúde mental da população e desenvolver estratégias para minimizar os estragos.

8. Enfermeiro-Robô

Uma das grandes preocupações da linha de frente no combate ao coronavírus é a exposição dos profissionais de saúde, que podem ganhar um aliado imune à doença: um enfermeiro-robô. A tecnologia, já aplicada na Itália, um dos países mais afetados pela pandemia, monitora pacientes analisando os parâmetros exibidos pelos equipamentos da sala.

O robô permite a profissionais voltarem as atenções a outros casos, além de, com sua tela touch no “rosto”, permitir que pacientes se comuniquem e enviem mensagens aos médicos.

Categorias
Sem categoria

Telescópio MeerKAT da África do Sul resolve um antigo problema das galáxias em X

Link de referência: https://spacetoday.com.br/telescopio-meerkat-da-africa-do-sul-resolve-um-antigo-misterio-das-galaxias-em-x/.

Uma equipe de astrônomos da África do Sul e dos EUA usaram o telescópio MeerKAT para resolver um grande mistério das rádio-galáxias.

Muitas galáxias são muito mais ativas que a Via Láctea, e essas galáxias possuem enormes jatos gêmeos de ondas de rádio que se estendem pelo espaço intergaláctico. Normalmente esses jatos aparecem em direções opostas, e se originam do buraco negro supermassivo no seu centro. Contudo, em situações um pouco mais complicadas, as galáxias parecem formar 4 jatos que acabam formando um “X” no céu.

Algumas possíveis explicações têm sido propostas para entender esse fenômeno. Entre elas podemos destacar mudanças na direção da rotação do buraco negro no centro, e seus jatos associados no decorrer de milhões de anos, ou dois buracos negros que estão associados com um par de jatos, ou o material que cai de volta na galáxia sendo defletida em diferentes direções formando os outros dois braços do “X”.

As novas observações do MeerKAT de uma dessas galáxias, a PKS 2014-55, fortemente favorecem a última explicação, já que mostra o material “virando” como se ele fluísse de volta para a galáxia.

Estudos anteriores dessas galáxias incomuns não tinham imagens de alta qualidade como as feitas recentemente pelo telescópio MeerKAT. Esse telescópio é constituído por 64 antenas localizadas na região de Karoo na África do Sul. Os computadores combinaram os dados dessas antenas, como se tivéssemos um telescópio de 8 km de diâmetro e com isso foi possível gerar uma imagem em ondas de rádio com uma qualidade sem precedentes da PKS 2014-55, que permitiu resolver o mistério do X galáctico.

Categorias
Sem categoria

Gmail: como marcar todos os e-mails como lidos de uma só vez

Notícia por Gabriela Freire Petry – Link de referência: https://www.tecmundo.com.br/software/152905-gmail-marcar-mails-lidos-so-vez.htm

Trabalho do SENAC por Aléxis Ricardo Dellay Agra

Você também está com a sua caixa no Gmail cheia de e-mails não lidos? Com cada vez mais mensagens chegando, elas vão acumulando e fica muito mais fácil de se perder. Uma forma de lhe ajudar a limpar a caixa e priorizar as mensagens que são realmente importantes é marcar todos os seus e-mails antigos como lidos.

O problema é que a interface padrão do Gmail só permite que você selecione os e-mails uma página por vez (50 itens no máximo). Para fugir do trabalho de separar página por página, elencamos 3 passos simples que permite você marcar todas as mensagens não lidas de uma vez só.

Passo 1

Entre na sua conta do Gmail. Na parte superior está a barra de pesquisa, nela digite o código in:uneread e depois aperte Enter ou clique no ícone de pesquisa ao lado.

Passo 2

Agora, todos os seus e-mails não lidos serão exibidos. Clique na caixa de seleção no menu e escolha a opção “todos” e depois clique em “selecione todas as conversas que correspondam a esta pesquisa”.

Passo 3

Com todos os e-mails marcados, basta clicar no envelope aberto. Na maioria das vezes uma caixa de alerta aparece, e é só confirmar para que a mudança no status da mensagem seja feita e pronto, problema resolvido!

Categorias
Sem categoria

Qual é a linguagem de programação que oferece o melhor salário?

imagem com as linguagens de programação mais usadas do mercado.
Linguagens de progamação

Notícia por Eduardo Harada- Link de referência: https://www.tecmundo.com.br/produto/152975-linguagem-programacao-oferece-melhor-salario.htm

Trabalho do SENAC por Aléxis Ricardo Dellay Agra

C e C++

  • Maior salário: R$ 2,5 mil – programador C (Barueri).
  • Menor salário: R$ 2,4 mil – programador C/C++ (Curitiba).
  • Média salarial: somente as 2 vagas acima mostraram indicação salarial, por isso não temos uma média confiável para essa categoria.

Java

  • Maior salário: R$ 10 mil – analista desenvolvedor Java (São Paulo).
  • Menor salário: R$ 1,5 mil – programador Java (Recife).
  • Média salarial: R$ 5.340,00.

Python

  • Maior salário: R$ 8,5 mil – desenvolvedor Python (São Paulo).
  • Menor salário: R$ 3,5 mil – programador Python (Rio de Janeiro).
  • Média salarial: somente 5 vagas continham indicação salarial, por isso não temos uma média confiável para esta categoria.

C#

  • Maior salário: R$ 7,5 mil – analista desenvolvedor C# (Atibaia).
  • Menor salário: R$ 1,5 mil – programador C# (Porto Alegre).
  • Média salarial: R$ 4.170,00.

Visual Basic

  • Maior salário: R$ 5,5 mil – analista Visual Basic (São Paulo).
  • Menor salário: R$ 2,5 mil – programador Visual Basic (Ribeirão Preto).
  • Média salarial: Somente 4 vagas apresentaram indicação salarial, por isso não temos uma média confiável para esta categoria.

JavaScript

  • Maior salário: R$ 4,5 mil – programador JavaScript (São Paulo).
  • Menor salário: R$ 3,5 mil – programador JavaScript (Curitiba).
  • Média salarial: somente 3 vagas tinham indicação salarial, por isso não temos uma média confiável para esta categoria.

PHP

  • Maior salário: R$ 9,5 mil – programador PHP (São Paulo).
  • Menor salário: mil reais – programador PHP (Juiz de Fora).
  • Média salarial: R$ 4.550,00.

Ruby

  • Maior salário: R$ 9,5 mil – especialista Ruby (Barueri).
  • Menor salário: R$ 2,5 mil – programador Ruby and Rails (São Paulo).
  • Média salarial: somente 4 vagas tinham indicação salarial, por isso não temos uma média confiável para esta categoria.
Categorias
Sem categoria

Dead By Daylight lança versão mobile!

O jogo de terror Dead By Daylight, publicado pela empresa Starbreeze Studios, é muito famoso e conta com diversos personagens jogáveis de séries como Stranger Things, a série de filmes de slasher Halloween, e diversos outros personagens originais. Agora com essa versão mobile, jogadores de todo o mundo tiveram o pré-registro do jogo para o Beta liberado na sexta-feira, dia 28. O jogo tem a previsão de ser lançado dia 16 de abril de 2020.

O jogo, que hoje é disponível nos consoles e no computador, trará os mesmo modos para o mobile, tendo os controles ajustados e melhorando a gameplay para os jogadores de celular, e terá como modelo, o freemium, que é um modelo onde, o jogo é de graça, mas nela há a possibilidade de se fazer compras.

Os jogadores que se registrarem para este lançamento, ganharão diversas recompensas, estando entre elas, um personagem da famosa franquia Left 4 Dead, Bill Overbeck.

Requisitos:

Para jogar nos dispositivos da Apple, será requisitado um sistema iOS11, ou outro sistema. Já no sistema operacional da Google, os requisitos mínimos exigem um Android 7 ou um sistema superior.

Categorias
Games

Valorant tem seus servidores do Brasil lançados!

Hoje, terça-feira (06/05), no novo jogo da Riot Games, Valorant, foi liberado o primeiro servidor brasileiro para o Beta Fechado. O jogo foi primeiro liberado nos Estados Unidos, e agora já conta com servers na Coreia do Sul e no restante da América Latina.

Valorant é o primeiro FPS que é desenvolvido pela Riot Games, empresa antes conhecida pelo jogo chamado League of Legends, que hoje conta com mais de 8 milhões de jogadores online simultaneamente na plataforma. O Valorant tem como previsão, ser lançado no inverno de 2020 e está sendo muito aguardado pela comunidade.

Como conseguir acesso ao Beta Fechado?

A key para o jogo está sendo distribuído pela plataforma de stream Twitch.tv, e é utilizado um sistema de drops. A pessoa tem que assistir a uma transmissão de Valorant por um tempo indeterminado, tendo um sistema completamente aleatório. Tiveram pessoas que pegaram a key em menos de 10 minutos assistindo a uma transmissão, e pessoas que pegaram em 10 horas.

Requisitos mínimos:

Os requisitos mínimos para se rodar Valorant a 30 FPS são:

Sistema operacional: Windows 7/8/10 (64-bit)

Processador: Intel Core 2 Duo

Placa de vídeo: Intel HD 3000

Memória: 4GB de RAM

Este jogo é feito para rodar na maioria dos Pcs, e para tentar concorrer com outros jogos grandes na indústria, como Cs:Go, e outros.